Tráfico de Pessoas em Moçambique, em particular, de crianças

O estudo foi realizado em 7 Províncias do Pais. Na primeira fase, foi efectuada uma revisão bibliográfica a qual se seguiu o trabalho de campo onde foram conduzidas entrevistas a vários actores e informantes chaves com destaque para os Magistrados do Ministério Público, juízes, advogados, académicos, médicos, professores, agentes da PRM, Alfândegas e dos Serviços de Migração, líderes tradicionais e religiosos, crianças, adolescentes, comerciantes, médicos tradicionais (Ametramo). Esta metodologia tinha em vista captar melhor a representação social sobre a problemática do tráfico e ainda, conferir maior representatividade da amostra escolhida. 2014, 95 páginas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.